quinta-feira, 21 de dezembro de 2006

E depois veio o Rei Davi!

Leiam o de baixo primeiro... é melhor para facilitar o entendimento.
Depois do resultado espetacular do I Festival Trovador de Deus, nos mepolgamos para participár de um outro Festival, o Rei Davi. Agora os instrumentos já estavam certos. Não faltava ninguém. Mas voz masculina continuou sendo o problema!
Dessa vez, quem no sajudou foi o Mafra. O Bruno iria nos ajudar novamente, mas devido à alguns compromissos familiares, sua participação ficou inviável.
A caminhada foi difícil, mas contamos com ajudas preciosíssimas. Algo de que não podem nos acusar é de falta de humildade, pois pedimos ajuda mesmo e sem vergonha nenhuma!
Na preliminar foi uma emoção enorme. Quando anunciaram a primeira sílaba da música ("Gló" de Glória Eterna) fo um alvoroço só. Uma gritaria danada, além de choros e risadas de felicidade.
Pra encerrar esse dia, o pai do violeiro Mauro veio buscar a galera num carro q tem orelhas e bigodes! Isso mesmo! Parece até o Pikachu, pois o carango do véio é amarelinho da silva!
No dia seguinte marcamos ensaio de manhã porque todo mundo tinha errado pra caramba. Era a chance de se redimir e superar. Renan e Dioguinho que o digam, pois os dois ficaram chorando pra caramba depois da apresentação de sábado. Tinham errado algumas partes.
Mas aí chegou a hora! Tocamos (sem erros dessa vez) e ficamos esperando anciosamente o resultado. Dessa vez não levamos nenhum troféu, mas ficar em 7º no Rei Davi já foi uma vitória.
Mas essa história não acaba por aí!
Depois que anunciaram o 1º lugar, Ariel (baterista) roubou a cena. Ele armou com a apresentadora do evento e pediu a namorada dele em noivado na frente de todo mundo. A felizarda, Bruna, ficou toda sem graça. Entretanto, passou por cima da timidez e foi lá na frente receber a aliança e dar aquela bitoquinha no rapaz. Foi uma cena inesquecível. Principalmente para eles dois.
A banda Sublime Dom, mesmo não ficando em primeiro, rouba a cena.
rsrsrsrsrsrsrs
Mas esse não é o nosso objetivo.
Como o Maurinho sempre diz "Estamos aqui para fazer algo relevante para a obra de Deus".
Paz & Bem

2 comentários:

Renan Massoto disse...

Galera,
Leia primeiro o de baixo depois vão subindo! É melhor para entender e acompanhar a sequência cronológica da banda!
Lembrem de um Mangá e façam igual! De baixo pra cima hein?!

kADÚÚ disse...

gostei muito da historia do carro amarelo com antena é muito boa
e admiro o trabalho de vcs espero nos ver-mos de novo o ano que vem no festival BARULHO DIVINO
um abraço a todos